Febre amarela volta a chamar atenção da população

  • Home
  • /
  • blog
  • /
  • Saúde
  • /
  • Febre amarela volta a chamar atenção da população
Febre amarela volta a chamar atenção da população
blog
Febre amarela volta a chamar atenção da população

O avanço da febre amarela no país volta a assustar a população e as autoridades, depois que o Brasil viveu o maior surto já registrado da doença. O Ministério da Saúde anunciou, nesta terça-feira (09/01), uma nova campanha de vacinação como medida emergencial, para evitar a expansão da doença em locais que até então não tinham recomendação para a imunização.

De acordo com o subsecretário estadual de Vigilância em Saúde, Alexandre Chieppe, apesar da preocupação da população, o estado do Rio de Janeiro se encontra em uma situação de relativa tranquilidade, com um milhão de doses no estado, entre as distribuídas aos municípios e em estoque.

Porém, o subsecretário afirmou que a população precisa colaborar e procurar o posto de saúde mais próximo de sua casa para se vacinar. Dessa forma, o risco de epidemia diminui.

Dose fracionada e dose padrão: entenda melhor

A dose fracionada da vacina de febre amarela é recomendada apenas para pessoas a partir dos dois anos de idade, idosos e indígenas, e sua duração é de 8 anos. É recomendado tomar a segunda dose após o prazo.

De acordo com a Fiocruz, crianças de 9 meses a 2 anos, gestantes que residam em áreas de risco e viajantes internacionais, devem tomar a dose padrão. Além de pessoas que apresentem condições clínicas especiais, como: doenças hematológicas, HIV, indivíduos submetidos a transplante de células-tronco, entre outros.

É importante ressaltar que a dose fracionada não é indicada para pessoas com condições especiais.

Ficar atento às primeiras manifestações da doença é necessário para que não ocorra o agravamento da doença. Os primeiros sintomas são repentinos: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias.

A forma mais grave da doença é rara e costuma aparecer após um breve período de bem-estar (até dois dias), quando podem ocorrer insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso. A maioria dos infectados se recupera bem e adquire imunização permanente contra a febre amarela.

Prevenir é o melhor remédio

Para se prevenir da doença, recomenda-se usar repelente em crianças a partir de 2 meses de idade, evitar usar perfume em áreas de mata e, caso haja necessidade de viagens para áreas com registros da doença, tomar a vacina pelo menos dez dias antes.

E claro, evitar sempre o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Para eliminar o mosquito adulto, em caso de epidemia, deve-se fazer a aplicação urgente de inseticida através do “fumacê”.

Whats App!