Formas de combate e controle de formigas

Como contratar uma empresa de dedetização no Rio de Janeiro
Pertencentes ao grupo de insetos sociais, as formigas vivem em colônias. Extremamente organizadas, esses insetos dividem suas tarefas entre as castas e cada uma cumpre seu papel.

A maioria das formigas em uma colônia é formada por fêmeas, reprodutoras (rainhas) e não reprodutoras (operárias). As operárias fazem o trabalho pesado, construindo ninho, coletando comida e água, limpam e alimentam machos, larvas, e em alguns casos a rainha, além de protegerem o formigueiro.

Uma colônia pode ter apenas uma ou várias rainhas. Em casos mais raros, não há nenhuma. A operária com maior porte físico e pré-disposição hormonal desenvolve um aparelho reprodutor e assume o posto.

Apesar de as formigas serem muito úteis na fertilização do solo e em áreas naturais fazendo a sua parte no equilíbrio ecológico, causam grandes estragos em plantações, residências e hospitais, podendo até colaborar com infecções.

Há 9.536 espécies de formigas catalogadas no mundo, mas é estimado que a quantidade real seja cerca de 18.000, só no Brasil são mais de 2.000 conhecidas.

Formas de prevenção e combate

Existem diversas formas de controle e combate dessas pragas. Inspecionar é o primeiro passo, avaliando sempre o grau, tipo e local de infestação. Posteriormente, deve-se decidir se é realmente necessária uma intervenção química e qual a melhor estratégia a ser utilizada.

O controle desses insetos pode ser feito de forma química ou natural.

Dependendo do nível de infestação, a dedetizadora pode utilizar o produto líquido com um atomizador, aparelho que produz uma vaporização fina, forçando o líquido a passar por uma abertura pequena. Esse método tem como objetivo atingir os locais que uma pulverização normal não alcançaria.

Dependendo da espécie, a colocação de iscas para as formigas também é um método eficaz. Em hospitais e grandes edifícios o controle mais efetivo ainda é através da utilização de iscas que podem ser dispostas em qualquer ambiente. Estas devem ser atrativas para diversas espécies, conter um ingrediente ativo de baixa concentração e não matar por contato, características fundamentais, pois o inseticida deve entrar no ciclo alimentar da colônia.

Existem também as Iscas formicidas de ação lenta, que são as mais eficientes, porém nem todas funcionam para todas as espécies. Aplicar pó seco nos buracos é uma outra opção. Esse método tem como função atingir todo o ninho, mas por vezes não é funcional devido a dificuldade de identificação dos olheiros (orifícios por onde as formigas acessam os ninhos).

De acordo com as normas de segurança, a aplicação sempre deve ser realizada por uma empresa capacitada.

É importante ressaltar que inseticidas convencionais não são a melhor forma de combater essa praga, pois apenas cerca de 30% da colônia vivem dentro das residências, o restante habita o próprio ninho.

Contrate nosso serviço de Dedetização de Formigas.

Nenhum comentário para "Formas de combate e controle de formigas"


    Tem algo a dizer?

    Alguns HTMLs são permitidos